top of page

600 romeiros foram ao Santuário de Nossa Senhora para celebrar o centenário de Notre Dame no Brasil

Reunidos em Aparecida do Norte (SP), membros da Família Notre Dame oriundos do Rio Grande do Sul, de São Paulo, do Rio de Janeiro e do Distrito Federal participaram de cerimônia eucarística, bem como uniram suas vozes para rezar o Santo Terço

Ela surgiu na rede de três pescadores que navegavam pelo Rio Paraíba do Sul em 1717. Passados mais de trezentos anos do seu aparecimento, a imagem original de Nossa Senhora da Conceição – acolhida em seu manto azul e adornada com a coroa de ouro doada pela Princesa Isabel em 1884 -, é venerada do alto de um nicho dourado e blindado que está a 4 metros de altura, no interior do maior Santuário Mariano do mundo, localizado em Aparecida do Norte (SP). Possuindo apenas 36 cm e pesando somente 2,5 kg, ao aproximar a liturgia católica e a fé popular, a representação ganha as dimensões gigantescas dos muitos rostos e sotaques que depositam nela a sua devoção.

Durante a manhã do último sábado (22), estavam entre eles os de seis centenas de gaúchos, fluminenses, paulistas e brasilienses que se uniram para louvar e bendizer a Padroeira do Brasil ao passo que rendiam graças pelo centenário de presença das Irmãs de Notre Dame no País.

À medida que preenchiam, de maneira honrosa e comovida, tal espaço sagrado, aqueles cujas histórias de vida se confundem com a obra capitaneada pelas religiosas eram chamados a rezar, celebrando assim, conforme esclarece a Superiora da Província Santa Cruz da Congregação das Irmãs de Notre Dame, Irmã Dirce Slaviero, todos que se doaram à trajetória secular em terras brasileiras. “Somos muito gratas a todos que sempre contribuíram com a nossa Missão e, por isso, hoje pedimos que Deus os abençoe e continue iluminando quem, com seu trabalho e dedicação diários, fazem essa história acontecer”, afirma.

Entre as mais de 20 atividades programadas para este ano jubilar, a Romaria em Honra à Nossa Senhora Aparecida, com participação na cerimônia eucarística televisionada para todo o território brasileiro, era o ponto alto da programação. “Nós planejávamos estar aqui, na casa da Mãe Aparecida, para darmos graças, pois é nos traços do Bom Deus que escrevemos nossa história. E é uma alegria, uma energia contagiante, ver a manifestação plural do que é ser Notre Dame presente neste espaço de fé”, prossegue a religiosa que integra a equipe organizadora da programação festiva.

Entre os romeiros oriundos do Rio Grande do Sul, até 1600 km os separavam do Santuário para onde rumaram com o intuito de reiterar sua fé. Eram educadores, estudantes, funcionários, familiares e religiosas vinculados às instituições de ensino e às obras assistenciais e sanitárias mantidas no Estado em que estão localizadas, também, as sedes administrativas das duas Províncias brasileiras da Congregação. A motivação para permanecerem em trânsito por mais de 21 horas era encontrada tanto em preces de cunho pessoal quanto no desejo comum, externado pela Superiora da Província Nossa Senhora Aparecida das Irmãs de Notre Dame, Irmã Shirle Maria. “Que o Senhor possa olhar por nós para que a nossa Missão continue em todo o espaço onde estamos inseridas, e que nós possamos continuar proclamando a benevolência e o amor providente de Deus”, salienta.

Para tanto, no interior da Basílica projetada para representar a centralidade de Jesus na vida da Igreja e conduzir os fiéis à reflexão sobre os grandes temas da fé cristã, tais peregrinos mantiveram-se unidos aos demais romeiros Notre Dame durante a tarde, tornando a colocar suas mãos em oração. Com os dedos envoltos nas contas do rosário e olhares expressivos de confiança em Deus, rezaram as Ave-Marias do Santo Terço na presença do grande público que, durante a Hora Mariana, era impelido a reconhecer a bondade divina e a manifestar o agradecimento pela vida terrena.

Na oportunidade, igualmente transmitida pela TV Aparecida, Irmã Angela Thums foi convidada a dar o testemunho da sua fé em Nossa Senhora. “Minha devoção iniciou no seio familiar, com meus pais e avó, e tornou-se mais intensa graças à presença das Irmãs de Notre Dame na minha escolha vocacional”, rememorou. Além dela, outras quatro religiosas foram convidadas a partilhar, durante o programa televisivo “Sábado no Santuário”, suas histórias de devoção à Mãe – uma confiança que, como frisa a colaboradora Ana Flávia Marafon, engrandeceu em cada um dos peregrinos que se colocaram a caminho da Basílica de Nossa Senhora Aparecida, devido às vivências propiciadas pela Romaria alusiva ao centésimo aniversário da presença Notre Dame no Brasil. “Obrigada por esses dias de partilha e de fortalecimento da fé”, exclamou a funcionária do Hospital Notre Dame São Sebastião e da Rede de Assistência Social Notre Dame.

Arquidiocese de Passo Fundo parabeniza as religiosas pelo jubileu

Na ocasião em que os romeiros Notre Dame se reuniam no Santuário Nacional, o ambiente sacro também sediava a 60ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Por isso, Dom Rodolfo Weber, cuja Arquidiocese abrange os municípios onde a Congregação principiou sua obra brasileira, parabenizou as religiosas ali presentes pela perseverança que assinalou o século celebrado em 2023. “Também quero me associar à Congregação de Notre Dame que vive aqui, no Santuário Nacional, esses dias de júbilo e de glória. Nada melhor que agradecer a Deus, agradecer à Maria, agradecer a todas as pessoas que colaboraram para que pudéssemos festejar e expressar gratidão pelas maravilhas de Deus, por essa obra feita e proclamada.”, exultou.









Comments


bottom of page