Abatedouro municipal poderá ser privatizado

#PortalEstaEmTudo


O abatedouro municipal de Não-Me-Toque que já está há muito tempo desativado está tendo seu futuro debatido pelos administradores municipais.


Por duas oportunidades o abatedouro foi repassado a empresas que deveriam ter mantido a administração do local, porém não conseguiram se manter na atividade e desistiram do investimento.


Segundo entrevista concedida a rádio Ceres pela secretária de habitação, Nara Adams, a área pública que será legalizada com o desmembramento do Assentamento Libertação Camponesa e a partir de então existe a possibilidade de abrir um novo chamado para uma empresa administrar os trabalhos ou em uma alternativa até mesmo ser vendido a iniciativa privada.


WhatsApp-icone.png