top of page

Alemão é suspeito de ter se vacinado 87 vezes

Essa dose não é de Schnapps. Um homem de 60 anos é suspeito de ter tomado dezenas de vezes o imunizante contra a Covid-19 para vender certificados para antivacinas. Os certificados são uma exigência das autoridades sanitárias para garantir acesso a teatros, restaurantes, piscinas públicas e inclusive aos locais de trabalho na Alemanha.

Ele teria frequentado durante meses centros de vacinação no estado da Saxônia, no leste alemão, até ser flagrado pela polícia em março. Ele compareceu para receber a vacina pelo segundo dia consecutivo em um centro de vacinação.

Apesar de não ter sido preso, ele passou a ser alvo de uma investigação por emissão não autorizada de certificados de vacinação e falsificação de documentos. A polícia apreendeu vários certificados de vacinação em branco e abriu um inquérito contra o suspeito. O impacto das 87 doses de diferentes farmacêuticas no organismo do suspeito ainda é um mistério.

Papavacina

Os centros de vacinação da região foram alertados para chamarem a polícia caso ele aparecesse para receber novas doses. O suspeito usaria o seu nome verdadeiro para as aplicações, que datam desde 2021 no sistema de saúde do estado alemão.

Nos últimos meses, a polícia do país realizou diversas operações para combater a falsificação de certificados de vacinação.


Com informações da Deutsche Welle.

bottom of page