Alunos da EEPROCAR visitam a Cotrijal

@AscomCotrijal

Duas turmas do primeiro ano do ensino médio, integrado ao curso técnico em Agropecuária, da Escola Estadual de Educação Profissional de Carazinho, tiveram a oportunidade de ver o cooperativismo na prática na tarde desta terça-feira, 3/12. Eles visitaram a sede da Cotrijal, em Não-Me-Toque, junto com o professor Luiz Giovane dos Santos.


A agenda fez parte da disciplina de Cooperativismo e aconteceu por intermédio do conselheiro de Administração da Cotrijal, Francisco Eckstein, que ao acompanhar os estudos do filho percebeu a necessidade da turma ver de perto o trabalho de uma cooperativa. “O Gustavo nos apresentou essa demanda e fiquei muito satisfeito em colaborar”, destaca o conselheiro.


“A visita foi muito importante. Conhecemos vários setores e o funcionamento da Fábrica de Rações e da Unidade de Beneficiamento de Sementes. A Cotrijal é referência na região e ver de perto tudo isso é gratificante”, avaliou o aluno Gustavo Eckstein.


O  grupo foi recepcionado pelo vice-presidente da Cotrijal, Enio Schroeder, e pelo coordenador técnico de Validação, Fernando Martins, que apresentou informações sobre o trabalho do Departamento Técnico da cooperativa e da Área Experimental. Coube ao vice-presidente falar sobre a organização do quadro social e demais trabalhos desenvolvidos pela cooperativa. “Aproveitem as oportunidades e sejam os melhores, pois são estes que conseguem uma boa colocação no mercado de trabalho”, orientou Enio Schroeder, que revelou aos jovens que também fez o curso técnico agropecuário.  


Os alunos também conversaram com os superintendentes Marcelo Ivan Schwalbert (Administrativo-financeiro); Valcir Zanchett (Varejo) e Jairo Marcos Kohlrausch (Comercial). 


Conhecimento

Muita informação e conhecimento fez parte da pauta dos alunos durante a visita à Cotrijal. O grupo também visitou a Fábrica de Rações, a Unidade de Não-Me-Toque e a Unidade de Beneficiamento de Sementes (UBS). “Fomos muito bem recebidos e vamos levar muito conhecimento e um exemplo de organização e profissionalismo”, avaliou o professor Luiz Giovane dos Santos.

WhatsApp-icone.png