Apenado de 31 anos morre por suspeita de intoxicação em Carazinho

@DiáriodaManhã

Um apenado do presídio Estadual de Carazinho (Pecar) morreu, na manhã desta sexta-feira (14), após dar entrada no Hospital de Caridade de Carazinho (HCC) com suspeita de intoxicação por agente externo.


Conforme a direção do presídio, o preso, de 31 anos, passou mal, por volta das 7h, aparentando estar em surto, e foi encaminhado ao hospital por agentes do presídio, mas não resistiu e acabou morrendo - por volta das 8h15.


O hospital informou que o apenado morreu por suspeita de intoxicação por agente externo. O corpo deve ser encaminhado para necropsia no Instituto Médico Legal (IML).


Conforme o diretor adjunto do presídio, Eberson Tapia de Oliveira, o preso cumpria pena na Penitenciária Modulada de Ijuí (PMEI) e conseguiu, a cerca de uma semana, permuta para ser encaminhado ao Pecar e ficar próximo da família.


Ainda conforme o diretor, o apenado cumpria pena de 24 anos por homicídio e tráfico e estava preso há 13 anos.


Foto: Pecar/ arquivo DM

5a4e2ef62da5ad73df7efe6e_edited.png
  • Instagram
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

© COPYRIGHT 2019, PORTALNMT

TERMO DE USO   |  PRIVACIDADE

WhatsApp-icone.png