Aprovados em concurso da Prefeitura questionam eliminações em exame psicológico

#PortalEstaEmTudo


Alguns participantes do último concurso público da Prefeitura de Não-Me-Toque que tiveram uma boa colocação na lista de aprovados e aguardavam com ansiedade os chamados para poderem exercer suas atividades tiveram suas expectativas frustradas em função de uma incomum sequencia de reprovações em exames de aptidão psicológica.


A situação gerou tristeza e revolta nos concurseiros que estão em boa parte dos casos recorrendo judicialmente da avaliação realizada por uma organização terceirizada pela Prefeitura.


Uma das reprovadas no exame psicológico do concurso é a ex-conselheira tutelar Rosane Barbosa que durante a última gestão do Conselho Tutelar passou periodicamente por avaliações com profissionais do ramo de psicologia que nunca apontaram algum problema que inviabilizasse sua atividade. Rosane já está ingressando na justiça reivindicando uma reavaliação embasada em um laudo particular que atesta sua condição de trabalho.


Em manifestação na última semana em entrevista a Nova Ceres a secretária de administração Noeli Machry revelou que o executivo municipal está tomando conhecimento das queixas e estuda uma satisfação as pessoas que cobram explicações.








5a4e2ef62da5ad73df7efe6e_edited.png
  • Instagram
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

© COPYRIGHT 2019, PORTALNMT

TERMO DE USO   |  PRIVACIDADE

WhatsApp-icone.png