Atenção: Golpe do falso sequestro segue sendo aplicado

Vários não-me-toquenses já receberam nesta semana ligações com tentativa de golpe. Sempre anunciando um suposto sequestro de um familiar, geralmente filho, e exigindo valores da vitima. Em função das insistentes tentativas dos larápios em causar prejuízos a pessoas de bem o Portal NMT orienta a todos.

O conteúdo da ligação é estranho para alguém que não tem filhos e logo se dá conta de que a chamada pode ser um golpe. Mas, e quando a pessoa tem filhos fora de casa? E quando tenta ligar para o telefone do parente supostamente sequestrado, mas não consegue? O golpe do falso sequestro é antigo, mas ainda pode registrar vítimas.


Geralmente, os bandidos que ligam dizendo que estão fazendo um parente de refém pedem uma quantia razoável de dinheiro, seja mediante à entrega presencial, depósito bancário ou até mesmo pedindo a recarga de créditos no celular.

Geralmente, os bandidos que ligam dizendo que estão fazendo um parente de refém pedem uma quantia razoável de dinheiro, seja mediante à entrega presencial, depósito bancário ou até mesmo pedindo a recarga de créditos no celular.

As ligações acabam sendo feitas até mesmo de dentro de cadeias, ou mesmo fora delas, sendo que eles ligam para números totalmente aleatórios.


O número também pode ser uma dica. Se a chamada estiver sendo feita de um código de área de um estado diferente do seu, ou então mesmo bloqueado e a cobrar, ele já passa a ser suspeito. E ao invés de dar informações do seu parente, espere ou pergunte por alguma informação vinda do outro lado da linha que possa desconstruir a veracidade do sequestro.


Acontece que nem sempre conseguimos falar com nossos parentes de primeira, certo? Em um mundo de WhatsApp, já há muitas pessoas que nem se atentam às chamadas de celular e até deixam o aparelho no modo silencioso. Nesses casos, tentar pedir alguma informação que possa comprovar que seu parente está sendo feito de refém, nem que seja o nome do cachorro, pode ser uma opção. Assim como, em caso de dúvidas, acionar a polícia.

Em todos os casos, é importante ter em mente que, quase sempre, tudo não se trata de um velho e, infelizmente também atual, golpe de extorsão.

Depois que tudo acabar, caso tenha o número do autor da ligação, ou o número de uma conta, o endereço, não deixe de registrar uma ocorrência para a polícia ter o registro e tentar evitar que novas vítimas passem pelo mesmo problema.

5a4e2ef62da5ad73df7efe6e_edited.png
  • Instagram
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

© COPYRIGHT 2019, PORTALNMT

TERMO DE USO   |  PRIVACIDADE

WhatsApp-icone.png