Atendimento na Secretaria de Saúde sofre alterações após saída de médicos do programa Mais Médicos


O governo de Cuba informou no dia 14 de novembro que decidiu sair do programa social Mais Médicos, citando "referências diretas, depreciativas e ameaçadoras" feitas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro à presença dos médicos cubanos no Brasil. O país caribenho enviava profissionais para atuar no Sistema Único de Saúde desde 2013, quando o governo da então presidente Dilma Rousseff criou o programa para atender regiões carentes sem cobertura médica.


Em Não-Me-Toque, dois médicos atuavam pelo programa. Com a saída dos profissionais, a Secretaria Municipal de Saúde, através do Secretário Marco Costa tomou algumas medidas imediatas para que a população não ficasse desassistida de atendimento médico. Um delas foi reduzir o atendimento médico no Bairro Santo Antônio, sendo ele parcial nas terças e quintas-feiras. No Bairro Viau, o atendimento foi temporariamente suspenso. Também foi suspenso para os próximos dias o atendimento com o ônibus no interior.


O problema se agravou nos últimos dias com o pedido de aposentadoria do Dr. Antônio Vicente Piva e as férias, já programadas, do Dr. Marcelo. Segundo Marco, uma nova profissional já foi contratada e deverá iniciar nos próximos dias. A secretaria também aguarda a nomeação de novos médicos pelo Ministério da Saúde.


O secretário solicita a colaboração da população que procure atendimento médico somente quando houver necessidade e pede a compreensão de todos.




5a4e2ef62da5ad73df7efe6e_edited.png
  • Instagram
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

© COPYRIGHT 2019, PORTALNMT

TERMO DE USO   |  PRIVACIDADE

WhatsApp-icone.png