top of page

Balanço da segurança pública mostra que domingo de votação foi tranquilo no RS


O Gabinete de Crise da Secretaria da Segurança Pública (SSP) estruturado para monitorar o andamento das Eleições 2022 no RS concluiu o domingo de votação com o registro de 41 ocorrências de boca de urna, dois casos de uso de celular em cabine, um crime por lesão corporal, três registros de desordem, um menor apreendido e 52 prisões de eleitores. O levantamento foi apresentado em entrevista coletiva de imprensa do titular da SSP, Vanius Cesar Santarosa, realizada no fim da tarde deste domingo (2/10).


"Foi um dia tranquilo", disse o secretário. Conforme Santarosa, não houve ocorrência envolvendo armas. O plano de atuação integrada envolveu 8.338 profissionais e 2.400 viaturas para garantir segurança e tranquilidade durante o primeiro turno da eleição. “Há quase dois meses, a SSP vem trabalhando com órgãos estaduais, federais e municipais", acrescentou.


Participam do Gabinete de Crise Brigada Militar (BM), Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS), Instituto-Geral de Perícias (IGP), Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS), Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Guarda Municipal e Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).


Ainda no balanço, foi apontado que no Estado houve oito ocorrências de mal súbito em locais de votação, que tiveram a assistência dos bombeiros.


Durante a apuração dos votos, pontos de concentração de eleitores na capital, como área central, Cidade Baixa, Orla do Guaíba, Parque Moinhos de Vento (Parcão) e avenida Goethe tiveram a segurança reforçada com efetivos e batalhões de choque.


Texto: Anelize Sampaio/Ascom SSP Edição: Secom


bottom of page