Bancos e Conselho do Idoso entram em acordo sobre Prova de Vida

O Instituto Nacional do Seguro Social segue realizando a comprovação de vida através das instituições financeiras responsáveis por repassar pagamentos a beneficiários. Segundo o INSS, todos os cidadãos que recebem benefícios por meio de conta corrente, conta poupança ou cartão magnético, inclusive para aqueles que recebem benefícios assistenciais, devem obrigatoriamente visitar suas agências bancárias.


A comprovação de vida tem a intenção de impedir pagamentos indevidos a beneficiários já falecidos. Cada banco trata a data para comprovação de vida da forma mais adequada à própria gestão.


Diante de algumas incompreensões, a direção do Lar do Idoso São Vicente de Paulo realizou uma reunião com representantes das agências bancárias de Não-Me-Toque. Segundo a presidente do Conselho Municipal do Idoso, Vanda Gorgen, foi cobrado informações sobre como proceder com os idosos acamados, que não possuem condições de visitar a agência bancária.


A resposta é de que para contornar a situação é necessário designar um representante legal de cada idoso, aprovado pela agência de Carazinho do INSS. Somente assim, a prova de vida será aceita por uma pessoa que não seja o beneficiário.


WhatsApp-icone.png