top of page

Brasil conquista 343 medalhas e faz a sua melhor campanha na história dos Jogos Parapan-Americanos

A delegação brasileira encerrou a sua participação nos Jogos Parapan-Americanos de Santiago, no Chile, com a sua melhor campanha na história do evento, ao totalizar 343 medalhas (156 ouros, 98 pratas e 89 bronzes), 35 a mais do que na edição passada, há quatro anos, em Lima, no Peru.

Líder no quadro de medalhas, o Brasil deixou para trás Estados Unidos, segundo colocado com 166 pódios, e Colômbia (em terceiro, com 161). O Brasil segue hegemônico na competição, liderando a classificação geral, desde a edição do Rio de Janeiro (2007). A edição de Santiago chegou ao fim no domingo (26).

“O resultado foi extraordinário. Sabíamos que era um grande desafio fazer uma campanha melhor que Lima, mas nossa delegação superou todas as marcas de todos os tempos. Tivemos uma participação muito importante nos Jogos, com atletas jovens – 40% deles disputaram a competição pela primeira vez. Mais de 100 medalhas foram conquistadas por jovens. Realmente, uma competição espetacular”, festejou Mizael Conrado, bicampeão paralímpico de futebol de cegos e atual presidente do CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro).

O ciclismo e o badminton garantiram as últimas medalhas (cinco ouros e seis pratas) do Brasil no domingo. A próxima edição dos Jogos Parapan-Americanos será realizada em Barranquila, na Colômbia, em 2027.


bottom of page