BRDE e Cotrijal celebram financiamento de R$ 50 milhões

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e a Cooperativa Agropecuária e Industrial (Cotrijal) divulgaram, nesta segunda-feira (7/3), a aprovação de linha de crédito no valor de R$ 50 milhões. O termo foi firmado logo após a abertura oficial da Expodireto 2022, no município de Não-Me-Toque, e contou com a presença do governador em exercício Ranolfo Vieira Júnior. O montante permitirá uma série de investimentos que integram o planejamento da cooperativa para este ano, incluindo reformas e ampliações de instalações industriais e da capacidade de armazenagem de grãos.


Ranolfo disse que a operação com a Cotrijal reflete a parceria importante do BRDE em favor do desenvolvimento dos três Estados do Sul. “Este é o grande objetivo da existência do banco, fomentar e impulsionar o nosso agronegócio do estado e do país”, disse. A aprovação do financiamento para a Cotrijal ocorreu no estande do banco na Expodireto.

Maior cooperativa agropecuária do Estado, com faturamento de R$ 4,3 bilhões no ano passado, a Cotrijal está presente em 53 municípios gaúchos e reúne quase 19 mil associados. As unidades da cooperativa têm capacidade de armazenar cerca de 1,1 milhão de toneladas. Mesmo com os efeitos da estiagem na produção de grãos e leite, as perspectivas para 2022 seguem indicando novo salto em termos de faturamento, uma vez que acaba ser aprovada a incorporação da Coagrisol (Soledade) pela Cotrijal. Juntas, as duas cooperativas faturaram R$ 5,8 bilhões em 2021.


A parceria da Cotrijal com o BRDE iniciou na década de 1980, destacando-se o apoio para a construção de Unidade de Beneficiamento de Sementes, com capacidade para 600 mil sacas. “Essa nova operação tem todo um simbolismo diante do momento desafiador que estamos passando. Quando muitos acabam se retraindo, a Cotrijal dá uma demonstração de confiança, enfrentando os desafios”, disse o diretor de Planejamento do BRDE, Otomar Vivian.


Com o modelo que alia inovação, uso de tecnologias e a gestão que auxilia técnica e economicamente o produtor, a cooperativa se caracteriza por atuar fortemente na melhoria da produtividade, alcançando médias superiores às registrados no RS e no país. “Desde do início, o BRDE sempre demonstrou agilidade em apoiar nossos projetos. E vamos precisar de mais investimentos”, disse o presidente da Cotrijal, Nei Mânica.



Texto: Pepo Kerschner/Ascom BRDE Edição: Secom