top of page

Classificado, Galpão Amigo está de volta na final do Enart

O sábado (20/8), corou o trabalho e a dedicação dos 22 dançarinos do CTG Galpão Amigo. A participação na fase inter-regional do Enart, em Erechim, rendeu a quarta colocação entre as invernadas artísticas participantes e a classificação para a fase final do Encontro de Artes Nativas, o maior evento do folclore da América Latina.


O grupo apresentou-se às 19h e aguardou as notas e a classificação final. O resultado foi recebido com muita euforia e emoção.


Os Galponeiros sofreram o baque da pandemia e o grupo quase foi dissolvido, não fosse a persistência e o amor pela dança tradicional de meia dúzia de integrantes e o apoio da patronagem do CTG. Desde o final do ano passado, novos integrantes foram chegando e outros retornando, até a formação de um grupo coeso e dedicado.


—Temos mãe e filha dançando juntas, temos um casal com a filha, temos integrante que dança desde os 4 anos de idade no Galpão Amigo, dois irmãos, e até um casal que atua como instrutor da invernada pré-mirim. São exemplos da força que nutre o espírito e a paixão pela dança tradicional—, descreve o instrutor Vantuir de Oliveira., em novembro, na cidade de Santa Cruz do Sul, Felipe Battistella (violão), Gabriel Gerardello (gaita piano) e Édipo Franz (causo).


Delegação que acompanhou os dançarinos na inter-regional, e Erechim.



bottom of page