Com 15 casos confirmados, Não-Me-Toque recebe classificação de risco alto para dengue

A Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Ambiental, realizou no município entre os dias 18 e 27 de abril o LIRAa (Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti).


Ao todo foram vistoriados 290 imóveis para avaliar a situação de infestação de Aedes aegypti nos bairros. O município foi classificado como: RISCO ALTO de transmissão de dengue, sendo que foram identificadas 28 amostras positivas de Aedes Aegypti, num total de 32 amostras enviadas. Além disso foram encontrados focos no Centro e Bairros Jardim e Industrial.


Grande parte dos 64 municípios que compõem a regional de saúde foram classificados como: RISCO ALTO.


A Secretaria Municipal de Saúde solicita uma maior colaboração da população a respeito de criadouros do mosquito Aedes Aegypti, sendo que a responsabilidade pelos cuidados em residências e pátios continua sendo de toda a comunidade.


A melhor forma de evitar a Dengue é evitando a proliferação do mosquito, através da eliminação de focos de água parada.


Chuvas recorrentes aumentam o alerta para a proliferação do Aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue, zika e chikungunya.


Os agentes de combate a endemias seguirão, diariamente, realizando vistorias e eliminação de criadouros de mosquito na cidade.


Denúncias de criadouros de mosquito podem ser feitas através pelos telefones 3332-4042 ou 99635-8514. As demandas apresentadas pela população são investigadas pela Vigilância Ambiental.


[O LIRAa]


O LIRAa tem por objetivo a realização de uma atividade de pesquisa e coleta, no prazo máximo de uma semana, em toda a área do município, obedecendo uma metodologia de amostragem conforme o número de imóveis do mesmo.


[CASOS DE DENGUE NO MUNICÍPIO]


Até o momento 15 pacientes já positivaram para dengue no município e outros 44 ainda aguardam resultados de exames.



*PrefeituraNMT