Conhecendo a fábrica Stara

Ao longo dos seus 61 anos de história, a Stara vem ampliando sua estrutu­ra física e, consequentemente, sua capacidade produtiva. Atualmente, a matriz, localizada em Não-Me-Toque/RS, possui uma área total de 142 ha com 110.046 m² de área construída. A filial de Carazinho/RS pos­sui uma área de aproximadamente 8.000 m² com mais de 350 colaboradores e a filial de Santa Rosa/RS uma área de 7.000 m² com 260 colaboradores.

Para mostrar um pouco do funcionamen­to de nossas unidades e seus departamen­tos, começamos a série “Conhecendo a fábrica da Stara”. Queremos apresentar nossa estrutura para todos aqueles que nos ajudam a seguir em evolução constante. Co­meçamos com o Departamento de Recursos Humanos, Suprimentos e Engenharia.


Departamento de Recursos Humanos

O departamento de Recursos Humanos (RH) é responsável pela gestão de pessoas. Na Stara o setor vai muito além disso, busca investir na qualificação, no bem-estar e na satisfação dos colaboradores. Um trabalho que colocou a Stara entre as 10 melhores empresas para trabalhar, segundo a Great Place to Work.


No RH trabalham 30 colaboradores, que estão divididos nas três unidades fabris. Eles são responsáveis por mais de 3.500 colaboradores e têm sua atuação dividida em dois módulos: Gestão de Pessoas e Administração Pessoal. A Gestão de Pessoas é responsável por tarefas como: recrutamento e seleção, endomarketing, treinamento e desenvolvimento, cargos e salários, política de benefícios e avaliação e desempenho. Já a Administração Pessoal está ligada às questões legais, como a admissão de colaboradores e controle de ponto.


Um fator a ser destacado é o investimento em treinamentos e cursos para a qualificação de todas as pessoas que vestem a camisa Stara. O RH é o setor responsável por administrar esse processo de capacitação, tanto para cursos internos como cursos externos. Isso porque a Stara se preocupa com a evolução profissional dos seus colaboradores e está sempre inovando e procurando qualificar ainda mais o seu time. Um exemplo disso é a Academia Stara, um projeto com o intuito de treinar e preparar os colaboradores para se tornarem talentos dentro da empresa.


A Stara, na mesma proporção que se preocupa com o colaborador que já atua na empresa, também busca olhar para quem vem de fora. “Todas as pessoas que entram em contato de alguma forma com a Stara são atendidas. Recebemos dezenas de currículos diariamente, ficamos felizes por isso, é o nosso dever atender quem nos procura”, destaca o gerente de RH, Volmir Amann. O processo de seleção para novas contratações na Stara passa por diversas etapas. Além da entrevista com uma psicóloga e com os líderes do departamento onde a vaga está aberta, há também testes para avaliar a capacidade técnica e prática do novo colaborador. Tudo isso para manter a excelência dos produtos e serviços Stara.


Como todos os outros departamentos, o RH é muito importante para o funcionamento e organização pessoal da empresa. Cuidar de um número alto de colaboradores não é uma tarefa fácil, mas é desempenhada, ao longo dos anos, com muita segurança e confiança por parte de todos. A Stara acredita que o seu maior patrimônio são as pessoas e que a valorização de suas atividades aumenta o comprometimento e contribui com a filosofia de Evolução Constante.


Departamento de Engenharia

A Engenharia é o departamento responsável por pesquisar, melhorar e desenvolver novos produtos com visão no negócio, trazendo cada vez mais soluções inovadoras para o cliente, mantendo a empresa forte no mercado nacional e internacional.


O departamento conta com 181 colaboradores divididos entre Engenharia de Produto e Engenharia Experimental. A área de Produto, está ligada diretamente as análises dos concorrentes, cenários de mercado e novas tendências e estudos desempenhados com outras áreas, para trazer melhorias e soluções dos problemas que o campo demanda.

O diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Stara, Cristiano Buss, explica que o departamento está sempre buscando desenvolver inovações: “o principal espírito da engenharia existir dentro da Stara é de estar olhando para frente, buscando novas tecnologias, criando novas tendências junto a outros departamentos para manter a empresa crescendo e evoluindo em produtos e faturamento”.


Para a Stara, ouvir a opinião de quem trabalha no campo é muito importante e faz parte de um dos processos da Engenharia que acompanha os trabalhos de seus clientes, afim de escutar o que há de melhor nas máquinas e sugestões de melhorias para o desenvolvimento de novos produtos. Cristiano também destaca que: “o melhor projetista é o agricultor que está lá na ponta, fazendo o uso dos produtos e é quem sente as dores e enxerga os problemas. O nosso papel é traduzir isso em soluções inteligentes”.


A outra divisão da Engenharia é a área Experimental, responsável pela produção dos protótipos e testagens das máquinas em desenvolvimento. Ao longo desse processo, alguns protótipos e melhorias são realizados até que a máquina possa ser liberada para a comercialização.


Conhecer o que está sendo desenvolvido e estar preparada para oferecer ao produtor o que ele procura, trazendo soluções inteligentes é o que faz a Stara estar sempre competindo e se destacando no mercado.


Departamento de Suprimentos

Stara sempre está em evolução em todos os processos, um deles é o relacionamento. Além de se relacionar com clientes, investidores e parceiros, a empresa se preocupa muito com o relacionamento com fornecedores de suprimentos. Essa é uma maneira de manter o funcionamento da indústria a todo vapor e conseguir otimizar os processos, a fim de se manter competitiva e se qualificar.


O Departamento de Suprimentos da Stara é formado por uma equipe de 23 colaboradores, divididos em micro setores: Planejamento, PCM (Programação e Controle de Materiais), Desenvolvimento, Compras para Unidade de Peças e Compras Indiretas.


A demanda de compras dos materiais geralmente parte da fábrica ou de novos projetos. Há um programa chamado MRP que realiza análises para controlar as quantidades de componentes necessários para produzir as máquinas em determinado período, essas análises são interpretadas pela equipe de Planejamento. A partir disso são realizadas as análises de capacidade dos fornecedores e de capacidade fabril, pelo Planejamento e Controle de Produção.


Todos os itens utilizados nas máquinas Stara passam por um processo de avaliação até que sejam escolhidos os fornecedores. Essa avaliação é feita por uma equipe preparada especialmente para isso, que avalia aspectos como qualidade, preço, capacidade de produção e prazo.


Adrivânio Dal Vesco, gerente de Suprimentos, destaca a importância de selecionar o fornecedor ideal. “Comprar, principalmente da melhor qualidade possível, no melhor custo-benefício e no melhor prazo de entrega são alguns dos pontos essenciais para que o produto final saia de fábrica em condições de competir no mercado”, destaca.


Nos últimos meses, devido à pandemia de coronavírus, o setor vem tendo dificuldades para encontrar diversas matérias-primas. O time tem se empenhado para manter a fábrica abastecida e funcionando. A Stara vem se destacando pela qualidade dos componentes utilizados nas máquinas e pela competitividade no mercado, isso passa também pelas melhorias dos processos internos realizadas pelo Departamento de Suprimentos e demais setores envolvidos, fazendo com que a empresa se torne ainda mais reconhecida.



FONTE: STARA