Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Não-Me-Toque emite nota de repúdio

Nota de Repúdio



O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Não-Me-Toque repudia qualquer forma de discriminação às diferenças. Não tolera nenhum ato de preconceito e de falta de respeito frente às necessidades especiais de uma pessoa com deficiência. O ato ocorrido em um supermercado de nossa cidade retrata de forma cruel o desrespeito e intolerância de uma mulher frente ao atendimento prioritário de uma mãe acompanhada pela sua filha com deficiência. Este conduta inapropriada entristece milhões de famílias que amam seus filhos e tem o legado: Não deixar nenhum direito para trás.


Segundo dados do censo do IBGE, Não-Me-Toque possui 4.553 pessoas com algum tipo de deficiência. E apesar de numerosas, as pessoas com deficiência ainda sofrem discriminação e preconceito em nosso município.


Vivemos tempos difíceis, no qual a empatia e a SOLIDARIEDADE, demonstram ser o único caminho para a cura de um mundo egoísta e cruel. As pessoas com deficiência precisam de uma maior atenção, principalmente no que diz respeito à acessibilidade e a inclusão na sociedade. Ou seja, que todos entendam que a pessoa com deficiência possui direitos e deveres assegurados como qualquer ser humano.