Delegado Gerri Adriani Mendes avalia Audiência Pública sobre o projeto Juventude Legal

A Câmara de Vereadores de Não-Me-Toque realizou no último dia 04 de dezembro, uma Audiência Pública para tratar sobre a situação de menores de idade na rua, à noite, desacompanhados dos pais ou responsáveis.


A reunião contou com a participação de representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, Polícia Civil, Brigada Militar, Conselho Tutelar, Secretarias Municipais, Igrejas, entidades e comunidade em geral.


Para o Delegado da Polícia Civil de Não-Me-Toque Gerri Adriani Mendes a discussão sobre o desregramento de algumas crianças e adolescentes foi proveitosa. "Em um primeiro momento foi levantado o problema, se o mesmo realmente existe para em seguida apresentar possíveis soluções." Gerri também explicou o significado do projeto Juventude Legal. "Juventude, de bem estar, bom, linguagem dos jovens e Legal de legalidade, cumprimento das leis, limites".


Questionado sobre as ocorrências registradas na Delegacia, Gerri afirmou que são apenas alguns casos de violação de direitos - situação dentro da normalidade para a sociedade; problemas de disciplina nas escolas, como briga entre colegas e agressões verbais com professores. "Não são muitos os casos que chegam à Delegacia, mas somos sabedores que existem outros casos."


Pela complexidade do tema, novos encontros deverão acontecer no próximo ano.



5a4e2ef62da5ad73df7efe6e_edited.png
  • Instagram
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

© COPYRIGHT 2019, PORTALNMT

TERMO DE USO   |  PRIVACIDADE

WhatsApp-icone.png