Direção da Cotrijal cobra vinda da ministra da agricultura à Expodireto

#PortalEstaEmTudo


Um grande público acompanhou o terceiro dia da 22ª Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque. Ao longo desta quarta-feira (9), produtores rurais de diversos locais do país percorreram as avenidas do parque de exposições. Porém, a ausência da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, ainda é alvo de críticas.


Em entrevista coletiva realizada no final da tarde, o vice-presidente da Cotrijal, Enio Schoreder, destacou que agricultores de fora do Rio Grande do Sul estão visitando a Expodireto para aquisição de maquinário.


"A situação decorrente da estiagem no Rio Grande do Sul é grave, mas está vindo gente de todas as partes do país e aproveitando a feira de forma presencial. Temos relatos de produtores de Brasília, Goiás e Mato Grosso fazendo aquisições aqui. Isso é importante, move nossa economia", disse Schoreder.


Conforme o vice-presidente da Cotrijal, a Expodireto está cumprindo seu papel de fomentar grandes negócios, conhecimento e informações necessárias para o agricultor realizar um bom trabalho em sua propriedade.


Cobrança

A ausência da ministra da Agricultura na feira segue gerando cobranças da direção da Cotrijal. Schroeder afirmou que Tereza Cristina ainda é aguardada na Expodireto a fim de apresentar soluções para a questão da estiagem.


"Há um forte apelo por parte da Expodireto para que a ministra venha. O que tem de mais importante para o agronegócio, esta semana, está aqui. Precisamos da ministra na feira, é a principal liderança no país que pode nos dar uma palavra, uma luz. Ninguém quer nada de graça, não queremos ficar sem pagar contas, mas temos produtores que não conseguiram plantar e necessitam de ajuda", disse Schoreder.


A Expodireto Cotrijal segue até sexta-feira (11). Confira a programação completa (https://www.expodireto.cotrijal.com.br/programacao).


Fonte: Assessoria de Imprensa da Expodireto Cotrijal