Direção da Cotrijal participa de Fórum em Lajeado


O cenário econômico atual e a relação com o setor agropecuário foi o tema discutido na manhã desta terça-feira, 20 de agosto, no 2º Fórum de Mercados e Tendências, o Agronegócio e o Cooperativismo. O evento, realizado no Hotel Weiand, em Lajeado (RS), foi promovido pela Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado do Rio Grande do Sul (FecoAgro/RS), com apoio do sistema Ocergs-Sescoop/RS.


O presidente da Cotrijal, Nei César Manica, e o vice, Enio Schroeder, prestigiaram o fórum, acompanhados do superintendente Comercial, Jairo Marcos Kohlrausch. “O desenvolvimento das lavouras norte-americanas, em função do clima, e especialmente a relação comercial entre China e Estados Unidos, são pontos que exigem nossa atenção e devem continuar gerando boas oportunidades de exportação de soja para o Brasil”, pontuou Manica.


“O mercado do Agro é muito dinâmico. Ter dirigentes preparados e bem informados é fundamental para ajudar o produtor a ser mais assertivo no seu negócio”, destacou Schroeder.


A palestra foi conduzida pelo sócio-consultor da MB Agro, Alexandre Mendonça de Barros. Para o especialista, a guerra comercial e a peste suína na China estão abrindo uma mudança muito forte na forma que o mercado agrícola vai se reorganizar. “Se estas duas potências econômicas, por razões que não são agrícolas, não se entenderem, sobrará para nós cumprir parte dessa demanda”, destacou.


Uma das oportunidades relatadas por Mendonça de Barros se dará na questão da proteína animal. Com o problema enfrentado pelos chineses com a peste suína, o especialista avaliou que os preços das carnes e lácteos irão subir em 2020, com a estimativa da redução do rebanho do país asiático. “Os números não são oficiais porque não se divulga essa informação nem aos produtores chineses, que não sabem o tamanho do problema”, ressaltou. 


O consultor da MB Agro reforçou também que a China tem uma decisão pela frente do que fazer para recompor o rebanho, se vai recuperar integralmente e voltar a ser o maior produtor de carne do mundo, ainda que com todos os riscos sanitários, ou se vai para um plano misto e abrir o mercado. 


AVALIAÇÃO SETOR – O encontro reuniu 90 integrantes de 33 cooperativas agropecuárias e proporcionou também um momento de avaliação do sistema cooperativista. “Nos últimos anos temos acompanhado o fortalecimento do sistema e isso gera benefícios para a sociedade como um todo”, destacou o presidente da Cotrijal.



Texto: Assessoria de Imprensa da Cotrijal, com colaboração de Nestor Tipa Júnior/AgroEffective Crédito foto: Andréia Odriozola/Divulgação

5a4e2ef62da5ad73df7efe6e_edited.png
  • Instagram
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

© COPYRIGHT 2019, PORTALNMT

TERMO DE USO   |  PRIVACIDADE

WhatsApp-icone.png