Frei Laerte Reis: Viver bem para morrer tranquilo

Diante do mistério da morte, especialmente a partir da dor da "perda" de um ente querido, sempre vem à tona o questionamento sobre a vontade de Deus. Se tudo o que acontece é com o consentimento de Deus, por que Ele não impede a morte de alguém?


No Pai Nosso aprendemos a rezar: "Seja feita a vossa vontade". Então, porque a morte não é a vontade de Deus? Se Deus é tão bom, por que não impede o sofrimento, a dor, as doenças e a morte? Pois é, ai nós nos tornamos egoístas. Tente responder, serenamente, a cada uma dessas perguntas, esse pode ser um segredo para curar os traumas da morte.


Só existe uma coisa que podemos fazer pelos nossos falecidos: oração! Seja pessoal, comunitária, litúrgica, na Igreja ou no cemitério.


A oração pelos mortos, além de ser uma solidariedade afetiva, é um costume sadio e belo da grande maioria das religiões.


A morte é uma etapa da nossa existência. É preciso compreender melhor a morte e partilhar a vida. Nada dura para sempre, só a vida depois da morte é eterna. Precisamos alimentar a nossa fé. O medo da morte impede de saborear a vida e de viver bem. A fruta caída do pé da árvore morre, mas deixa suas sementes. Assim acontece conosco, jamais podemos falar de morte sem falar em ressurreição.


Texto: Frei Laerte Reis.


5a4e2ef62da5ad73df7efe6e_edited.png
  • Instagram
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

© COPYRIGHT 2019, PORTALNMT

TERMO DE USO   |  PRIVACIDADE

WhatsApp-icone.png