Georreferenciamento define limites de área do assentamento para documentação

A primeira etapa do processo de georreferenciamento das propriedades do Assentamento Libertação Camponesa, de Não-Me-Toque foi concluída.


Passados mais de 25 anos de criação do assentamento, os moradores da área ainda não possuem a documentação que comprove a posse dos lotes.


A empresa que trabalha com o georreferenciamento está finalizando os desenhos de cada lote e estará encaminhando ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária. Em 15 dias, após a aprovação do INCRA será realizada uma reunião com todas as famílias do assentamento em que serão esclarecidos os próximos passos para que cada proprietário tenha acesso a sua documentação.


Em média cada produtor terá direito a cerca de 11 hectares de terra para plantio e desenvolvimento de suas atividades rurais.


5a4e2ef62da5ad73df7efe6e_edited.png
  • Instagram
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

© COPYRIGHT 2019, PORTALNMT

TERMO DE USO   |  PRIVACIDADE

WhatsApp-icone.png