top of page

Justiça aceita pedido de recuperação judicial da Languiru

A Justiça aceitou o pedido de recuperação judicial da Cooperativa Languiru, com sede em Teutônia, no Vale do Taquari. O endividamento da empresa é de mais de R$ 1,1 bilhão.


O processo corre em segredo de Justiça, portanto, não há como saber quais pedidos da cooperativa foram aceitos. Uma coletiva de imprensa da Languiru foi marcada para a manhã desta quinta-feira (6), na sede administrativa da empresa.


A aceitação do pedido era considerada uma incógnita, já que pedidos de recuperação judicial não são cabíveis a cooperativas.


O ingresso da medida é mais uma estratégia de reestruturação da empresa, que passa por crise financeira. Ativos foram vendidos e outros estão em negociação para conter a saúde do negócio.


POR GZH


Comments


bottom of page