Museu Otto Stahl “Era uma vez em Não-Me-Toque... 5ª Gestão”

Levantamento histórico e texto de: Ernélio Krüger


A 5ª Administração de 1973 a 1976 teve a frente o Prefeito Edemar Antônio Noll, tendo como Vice-Prefeito: Rodolfo R. Batista Neto. Na época foi o Prefeito mais jovem do Brasil, primeiro Presidente da Associação dos Municípios do Alto Jacuí – AMAJA. Inovações, entre as quais a criação de conselhos consultivos, objetivando assessorar a administração pública municipal, pioneiro no país em transporte escolar. Aquisição de quatro micro-ônibus. Construção de prédios escolares em alvenaria.

Neste período foi criado o Conselho Municipal de Assistência, sob cujo apoio foi criado a APAE e o Asilo São Vicente de Paulo. Sob sua liderança, especialmente para o desenvolvimento agrícola do Município foi construído e instalado a agência do Banco do Brasil. Em convênio entre o Estado/Município foi construído o Prédio da Delegacia de Polícia, bem como o prédio da Unidade Sanitária. Construção do Parque de máquinas da Prefeitura.

Os Vereadores daquela legislatura: Anildo Strauss, Armando Carlos Roos, Avelino Kreling, Ernesto João Cardoso, Harry Alberto Erpen, Norberto Pletsch e Pedro Bürgel. Presidente da Câmara no período: Armando Carlos Roos.

Em 1975, ocorreu o plebiscito de escolha do nome do Município, após ampla campanha dos dois comitês, pró Campo Real e pró Não-Me-Toque, voltando a sua antiga denominação.