Não-Me-Toque busca em ação judicial retornar a bandeira laranja

#PortalEstaEmTudo


O recurso feito pela Administração de Não-Me-Toque junto ao Governo do Estado do Rio Grande do Sul contestando a classificação como bandeira vermelha anunciada na sexta-feira, 26 de junho foi negado pelo Governo do RS. Assim, medidas mais rígidas devem passar a valer para o Município, que apesar de manter a situação estável nos últimos 15 dias é pertencente a região de Saúde de Passo Fundo, aonde o índice de hospitalização por covid passou de 4,9 para 7,93 a cada 100 mil habitantes, nos últimos sete dias.


A bandeira vermelha, em essência, impõe restrições mais severas, somente estabelecimentos que vendem itens essenciais podem estar abertos, mantendo 50% dos trabalhadores. Os demais locais de comércio devem ficar fechados.


Na manhã desta terça-feira em entrevista coletiva o prefeito Pedro Paulo Falcão da Rosa anunciou que o município está entrando com uma ação judicial que através de mandado de segurança possa dar condições que o município retorne a bandeira laranja e possa dar condições de trabalho a boa parte das empresas locais.