Não-Me-Toque participará do Movimento "Eu empurro essa causa"

Não-Me-Toque também está na relação de centenas de cidades que estão tendo organização para participar do movimento “Eu empurro essa causa” que terá um grande ato nacional no dia 16 de Fevereiro as 09h00min, reivindicando melhorias no Benefício de Prestação Continuada; BPC popularmente conhecido por LOAS.


Hoje esse benefício só é concedido se não ultrapassar o valor de 1/4 da renda per capita do salário mínimo, ou seja cada pessoa tem que corresponder a R$249,50 na renda familiar. O BPC é um direito assistencial para os idosos e deficientes. Mas muitos estão tendo o pedido negado pelo motivo de renda.


Em Não-Me-Toque e região já há um grupo de watts disponível para que cada vez mais pessoas possam aderir a campanha e ter detalhes sobre a organização do evento que no múnicipio terá como local de concentração a praça central. Acesse este link para entrar no meu grupo do WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/BY8X2Qlso53Affl13LIYiI ou pelo telefone 9 9116 6217.


O momento de manifesto do dia 16 de fevereiro será aproveitado para evidenciar reivindicações sobre acessibilidade, inclusão, medicações que nem sempre recebemos do Estado, enfim os direitos dos filhos especiais.


Veja o apelo da mãe Larissa R. C Ferreira:

Caros vereadores , deputados, governadores, senadores, e excelentíssimo senhor Bolsonario nosso presidente.


Venho aqui fazer um apelo, nos do movimento#euempurroessacausa, pedimos que, seja revisto esse tal pente fino nos benefícios loas/bpc, como os senhores dizer as tal irregularidades .


Gostaria que fizessem uma reflexão com a gente .


Nossos filhos ganham mensalmente o valor de um salario minimo que não chega a mil reais, ai vos pergunto, a maioria das nossas crianças usam sonda gástrica pra se alimentar, e pra isso se usa um leite especial, o valor desse leite é de 50 reais a lata a lata pequena, mensalmente uma criança usa em torno no minimo 20 latas que gera o valor de mil reais por mês so o leite . Fora sondas equipos gazes .


Todas usam fralda, uma troca diaria gera em torno de no minimo 7 fraldas diarias o que da em torno de no minimo 220 fraldas mensais, cada pacote de fralda de uma marca melhoezinha que não vá da alergia nossos filhos e nem fica vasando gera em torno de 70 reais cada pacote com 50 fraldas, isso levando em consideração o tamanho da fralda pq cada número q aumenta diminui a quantidade, isso gera um valor mensal de quase trezentos reais mensal so de fralda .


Ai vem os medicamentos, não vou gerar uma soma, pois cada criança toma uma quantidade diferente de medicação.


Ai vem manutenção de cadeira de rodas, vem órteses e proteses, sem falar que nossas crianças precisam se vestir e calçar.


precisam de seus cuisados, os segos, os idosos que tem a saude mais fragil e a grande maioria faz uso de medicamentos, os acamados que muitas das vezes precisam até de cuidados diferenciados, os que usam traqueostomia e oxigênio.


Bom se eu for listar tudo aqui não paro de escrever mais.


Ai pergunto aos senhores, é justo esse tal de pente fino? Os senhores acham mesmo que tem como dar uma vida digna a nossos filhos com esse valor do loas/bpc sem uma renda extra? Isso para os que tem, porque para muitos são negado esse direito, fora os que ja estão perdendo .


Mutas das famílias pagam aluguel e tem mais filhos, ai pergunto de novo, esse valor tem como sustentar uma família?


Afinal, o loas/bpc é para mantermos nossos filhos especiais ou sustentar nossas famílias?


Deixamos aqui nosso apelo, revejam essa injustiça que esta sendo feito com nossos filhos, se os senhores tiverem um pouco de amor no coração, não so aumentaria a renda percap, mas sim acabaria com essa renda, pois esse valor muitas vezes não é o suficiente para dar um pouco de dignidade a nossos filhos.


Escutem o apelo dessas mães que so querem dar uma vida digna a seus filhos.