top of page

Polícia Federal realiza operação contra fraudes no Fies; 20 faculdades são investigadas

A PF (Polícia Federal) e a CGU (Controladoria-Geral da União) deflagraram nesta quarta-feira (12) uma operação contra fraudes praticadas por meio de recompras indevidas de títulos públicos oriundos do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

Setenta e sete policiais federais cumpriram 20 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em sete Estados: Goiás, Mato Grosso, Sergipe, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerias e Bahia. Também foi expedida uma ordem de bloqueios de bens no valor de R$ 21,28 milhões. Não houve prisões.

Vinte faculdades supostamente beneficiadas pelas fraudes foram alvo da operação. Os nomes das instituições de ensino não foram divulgadas.

Os envolvidos no esquema, de acordo com a PF, inseriam informações falsas no sistema usado pelo governo federal para gerenciar as instituições de ensino vinculadas ao Fies. Essas informações levavam o governo federal a recomprar títulos públicos do fundo que estavam com as faculdades e entidades mantenedoras, injetando dinheiro em instituições que, na verdade, não cumpriam os requisitos mínimos para essa operação.

Há ainda casos em que os suspeitos cadastraram financiamentos estudantis fora do prazo regimental, beneficiando estudantes de modo individual.

De acordo com as investigações, as fraudes envolviam servidores do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) – órgão vinculado ao Ministério da Educação que distribui e executa a maior parte do orçamento federal para o setor; funcionários terceirizados contratados pelo FNDE; advogados e escritórios de advocacia especializados em direito educacional que representavam instituições de ensino.

O Fies financia a graduação de estudantes matriculados em cursos de instituições de ensino superior privadas.

Fonte: O Sul



Comments


bottom of page