Presidente da ABCAL lamenta falta de interesse das pessoas em participar dos encontros de apoio


O alcoolismo afeta homens e mulheres em todos os ambientes de seu convívio social, familiar e profissional. Em Não-Me-Toque, a Associação Brasileira de Combate ao Álcool - ABCAL se reúne a cada quinze dias, sempre nas segundas-feiras, às 19 horas, no salão da comunidade Evangélica.


Em entrevista à Rádio Ceres, o presidente da Associação Brasileira de Combate ao Álcool - ABCAL de Não-Me-Toque, Olimpio Krüguer que há 28 anos participa da entidade, lamentou a falta de interesse das pessoas em participar dos encontros de apoio, das rodas de conversa. "Nossos encontros geralmente são de cinco a seis pessoas, não mais que isso. Nós temos conhecimento do número de ex-dependentes e dependentes do álcool no município e infelizmente eles não participam."


Na última segunda-feira (01), o grupo recebeu a visita de membros da ABCAL de Victor Graeff. Na oportunidade, os mesmos acompanharam uma palestra motivacional com o médico, Dr. Anaor Aguiar.

5a4e2ef62da5ad73df7efe6e_edited.png
  • Instagram
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

© COPYRIGHT 2019, PORTALNMT

TERMO DE USO   |  PRIVACIDADE

WhatsApp-icone.png