Sicredi Cooperação RS/SC registra 138% de crescimento em crédito para geração de energia solar


O momento é de alta procura pelas energias renováveis, entre elas a geração de energia fotovoltaica. E a cooperativa Sicredi Cooperação RS/SC – atuante nos municípios de Almirante Tamandaré do Sul, Carazinho, Coqueiros do Sul, Não-Me-Toque, Santo Antônio do Planalto, Tio Hugo e Victor Graeff – está colhendo bons frutos na linha de financiamento oferecida para esta finalidade.


Somente na Sicredi Cooperação RS/SC, houve um crescimento de 138 % na carteira de crédito para energia solar, no período de setembro de 2018 à janeiro de 2019. O Sistema Sicredi, no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, contabilizou quase duas mil operações, um crescimento de mais de 500% se comparado com 2017.


Durante a 20ª Expodireto Cotrijal, a procura pela linha de financiamento foi grande. A Sicredi Cooperação RS/SC registrou mais de R$ 7 milhões em pedidos protocolados. Conforme o gerente regional de desenvolvimento, Fábio Antônio Pedroso, a cooperativa dispôs de equipes de colaboradores especializadas no crédito de energia solar durante a feira. “Assim, os associados puderam, em tempo real, realizar simulações de contratação, além de esclarecer dúvidas. Outro fator importante é de que a escolha do fornecedor dos equipamentos fica a critério do associado”, explica.


O agricultor e empresário Gilmar Thume contratou crédito para energia solar e instalou 16 painéis solares em depósito, localizado em sua propriedade no distrito industrial de Carazinho/RS. Ele conta que um dos atrativos para se associar ao Sicredi foram as condições diferenciadas para financiamento de energia solar. “Só fechei o negócio em função da simplicidade e agilidade na liberação dos recursos”, comenta. Thume também destaca que o retorno do investimento realizado deve ocorrer em até quatro anos. “Baseado em meu consumo, calculei que o retorno financeiro desta fonte de energia será de médio a longo prazo. Além disso, estou me adequando à questão da sustentabilidade, porque é uma geração limpa”, destaca.


O agricultor Luiz Carlos Schreiner, residente em Pinheiro Marcado, distrito de Carazinho/RS, aproveitou as condições especiais da Expodireto para também contratar o crédito. Ele explica que a “novidade” será lucrativa em cerca de quatro anos. “Afinal de contas, em vez de desembolsar dinheiro para uma empresa fornecedora de energia, estarei investindo em uma fonte própria, que não agride o meio ambiente”, considera. Associado do Sicredi, Schreiner conta que uma das premissas de sua propriedade é a preservação ambiental. “Assim, poderei gerar energia limpa, que aproveitarei nas residências de minha propriedade e em instrumentos de serviços, como o compressor de água e o aparelho de solda. Serão cerca de 20 painéis instalados”, comemora.


Além da energia fotovoltaica, o Sicredi oferece outros produtos como fontes de energias renováveis, Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (ABC), além de linhas voltadas à sustentabilidade de cadeias produtivas, defesa animal e incentivo à agroecologia.


Fonte: Ascom Sicredi

5a4e2ef62da5ad73df7efe6e_edited.png
  • Instagram
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

© COPYRIGHT 2019, PORTALNMT

TERMO DE USO   |  PRIVACIDADE

WhatsApp-icone.png