top of page

Sustentabilidade é tema de exposições no espaço voltado à natureza dentro da Expodireto

Os visitantes da Expodireto Cotrijal que buscam um local tranquilo para relaxar e se conectar à natureza, podem aproveitar o Espaço da Natureza. É uma área de 11 hectares que contempla a Casa do Meio Ambiente, o Projeto Bosques Gaúchos, o Anfiteatro da Natureza e o lago. Além da garantia de sombra e tranquilidade, no local também é possível aprender sobre agricultura sustentável, meio ambiente e biodiversidade.



Segundo a coordenadora de Meio Ambiente da Cotrijal, Deisei Sebastiani Nicolao, o objetivo do trabalho no espaço é mostrar que dentro de uma feira do tamanho da Expodireto a cooperativa dedica uma área tão grande à natureza, sustentabilidade e meio ambiente.




Mini Jardim Botânico na Expodireto



O Projeto Bosques Gaúchos é uma área que possui espécies das sete regiões fitogeográficas do Rio Grande do Sul. “A ideia da Cotrijal foi montar um mini jardim botânico, em parceria com a Fundação Zoobotânica, para que aqui tivéssemos árvores nativas, inclusive com espécies que podem estar na lista de extinção, representativas de diferentes regiões do Estado”, conta Deisi.



No local, cada árvore possui sua identificação, com nome popular e científico, além de uma placa que sinaliza o tipo de floresta de cada região. O projeto permite identificar vegetações que não são encontradas na região.




Meio ambiente e sustentabilidade são temas de exposições



Na Casa do Meio Ambiente, que funciona das 8h às 18h, os visitantes encontram dois espaços com exposições de temáticas diferentes. No piso superior, a Biotrop está realizando uma exposição sobre produtos biológicos e sua importância na agricultura sustentável.



Bruno Gimenez, especialista de Meio Ambiente, Responsabilidade Social e Governança (ESG) da Biotrop, comenta que o propósito da exposição é mostrar algumas iniciativas da empresa na área de ESG, apontando produtos biológicos e naturais para o uso na agricultura e pecuária, a fim de promover a saúde das plantas e do solo, reduzir o uso de insumos químicos e contribuir para a agricultura regenerativa.



Já no piso inferior, em parceria com a Químea, há uma exposição sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), focando na oportunidade de sustentabilidade no agronegócio. A empresa está realizando o diagnóstico das ações ODS e ESG, além do mapeamento das ações de sustentabilidade que estão sendo realizadas na Expodireto. “A ideia nesse espaço é mostrar, além do que a Cotrijal está fazendo dentro da Expodireto, que os agricultores e as empresas do agronegócio podem aplicar sustentabilidade no seu negócio e ter retornos positivos, seja na parte social, ambiental e econômica”, explica Fabiana Didonet, diretora da franquia de Panambi.



Além da exposição permanente, na terça (5), quarta (6) e quinta (7), às 16h, haverá apresentação de um caso de sucesso de mulheres agricultoras que ganharam prêmio ESG pela forma de gestão da propriedade rural. Na sexta (8), em alusão ao Dia Internacional da Mulher, a programação será especial voltada às mulheres.



No local, os visitantes ainda podem responder a um questionário sobre ações de sustentabilidade na Expodireto, a fim de contribuir no diagnóstico de ações que podem ser desenvolvidas para tornar a feira ainda mais sustentável nas próximas edições.




Espetáculo lúdico é apresentado em dois horários



No Anfiteatro da Natureza, neste ano os visitantes podem assistir à apresentação teatral “A fazenda por um fio”, um espetáculo lúdico e divertido que conta sobre a vida da fazenda. As sessões acontecem diariamente às 10h30 e às 14h.



Escolas que desejam marcam outro horário, além dos dois já programados, podem entrar em contato pelo contato número (54) 99710-1376.



Por Cleusa Jung | Para Assessoria de Imprensa da Expodireto Cotrijal




Σχόλια


bottom of page