Vítima diz que não sofreu estelionato e indivíduos são liberados

@PolianaGlienke

Na manhã desta sexta-feira (04), dois indivíduos foram detidos em flagrante pela Brigada Militar com suspeita de estarem aplicando o golpe do bilhete. O fato foi registrado na Rua Cel. Alberto Schmidt, em frente a Escola Sinodal Sete de Setembro.


Ao serem detidos, os indivíduos foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Não-Me-Toque para prestarem depoimentos. Após ouvir os mesmos e a vítima, o Delegado Gerri Adriane Mendes liberou os suspeitos, pois segundo ele, a vítima disse em depoimento, que não recebeu nenhuma proposta, nenhum delito que pudesse se caracterizar como estelionato, furto ou roubo. Questionado sobre o dinheiro falso encontrado junto a ocorrência, o Delegado afirmou que se tratava de notas falsas, de aparência grosseira, muito diferente de originais e que até o momento as mesmas não teriam causado prejuízo na comunidade.


Ainda segundo o Delegado Gerri, a Brigada Militar agiu de forma correta, mas em função do depoimento da vítima, a prisão não pôde ser decretada. “A vítima deverá ser ouvida novamente, talvez ela nos traga um fato novo.” Há informações extraoficiais de familiares que a vítima sofreria de alzhmeir, o que poderia ter prejudicado no depoimento.


Os objetos e veículo encontrados na ação foram apreendidos. Mais informações deverão ser apuradas com as Delegacias regionais.

5a4e2ef62da5ad73df7efe6e_edited.png
  • Instagram
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

© COPYRIGHT 2019, PORTALNMT

TERMO DE USO   |  PRIVACIDADE

WhatsApp-icone.png