Desemprego e economia dominam primeiro debate presidencial na TV

@ NILTON FUKUDA / ESTADÃO CONTEÚDO



O desemprego e a situação econômica do país dominaram o início do primeiro debate televisivo da campanha eleitoral deste ano. Realizado pela TV Bandeirantes na noite desta quinta-feira (9), o programa teve a participação de oito candidatos, todos de coligações com no mínimo cinco congressistas — pela lei eleitoral, com essa condição, são obrigados a serem convidados. No total, são 13 presidenciáveis que estão na disputa. 

Estiveram presentes Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede).


Uma pergunta de espectadores sobre o que os candidatos iriam fazer para aumentar a contratação dos trabalhadores abriu o debate. Alvaro Dias citou a sua biografia, afirmando que renunciou a privilégios enquanto senador. Cabo Daciolo, deputado federal, disse que a redução de impostos e a queda dos juros são necessários para diminuir o desemprego. 

Para Alckmin, é necessário voltar a crescer e, para isso, é necessário redução das despesas dos gastos públicos, simplificação  tributária, abertura econômica, entre outros itens, com intuito de atacar a crise fiscal. 


Marina, que concorre à Presidência pela terceira vez, afirmou que o país precisa recuperar a sua credibilidade e atacou aqueles que "criaram o problema". Bolsonaro disse que a desregulamentação é o caminho para gerar empregos, ressaltando que o Brasil tem um "cipoal de leis". 


Boulos garantiu que vai revogar as reformas adotadas pelo presidente Michel Temer (MDB) e retomar o investimento público. Meirelles declarou que se gera emprego com a "política econômica correta".


Ciro lembrou que é necessário "consertar os motores do desenvolvimento", ajudando a pagar as dívidas dos consumidores, descartelizar o sistema financeiro, retomar as obras públicas paradas e adotar uma política industrial de comércio exterior. Também ressaltou a necessidade de "descartelizar" o sistema financeiro.

5a4e2ef62da5ad73df7efe6e_edited.png
  • Instagram
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

© COPYRIGHT 2019, PORTALNMT

TERMO DE USO   |  PRIVACIDADE

WhatsApp-icone.png