Dra Carlene Kok - Cirurgia Vascular: Salto na gravidez pode?


Este é um tema que sempre gera interesse e dúvida para as gestantes por isso, vale abordar a questão no Mês das Mães. O uso de salto na gravidez não é proibido, mas também não é recomendado!


Alterações anatômicas, hormonais e fisiológicas fazem parte da gestação. O primeiro motivo da não recomendação do uso de salto alto é o desequilíbrio, que ocorre em função de alguns hormônios como relaxina, estrogênio e progesterona, aliado à modificação dos ligamentos, que ficam mais soltos e não sustentam o corpo como antes, deixando as articulações mais frágeis. A alteração na postura com uma possível lordose acentuada, sinônimo de lombalgia (dor nas costas), e o aumento do peso corporal fecham o quadro que pode resultar, por fim, em inchaço, principalmente nas pernas e nos pés.

O crescimento do útero conforme o desenvolvimento do bebê também afeta o sistema circulatório e comprime os vasos da região pélvica. Por esse conjunto de fatores, existe um favorecimento para surgir as temidas varizes.


Embora não exista comprovação científica de que usar salto alto esteja ligado ao aparecimento de varizes, o hábito acaba prejudicando o quadro já delicado, além de apresentar riscos para a saúde da mulher e do bebê em caso de quedas ou agravamento dos sintomas.


Para maiores informações ligue (54) 3332 1055 ou visite-nos junto ao Centro Clínico.