top of page

Moraes determina afastamento do governador do DF, Ibaneis Rocha, por 90 dias

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou, na madrugada desta segunda-feira (9), o afastamento por 90 dias do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha. O ministro atendeu a uma solicitação encaminhada pela Advocacia-Geral da União (AGU) e pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AC).


Moraes cita, em sua decisão, indícios de inércia por parte do governo do DF, que permitiu a entrada de mais de uma centena de ônibus com bolsonaristas em Brasília e o acesso à Esplanada dos Ministérios. Na sequência, ocorreram os atos de depredação do STF, do Palácio do Planalto e do Congresso Nacional. O ministro também ressalta da atuação do então secretário da Segurança Pública do DF, Anderson Torres, exonerado pelo governador na tarde de domingo (8).


Segundo o G1, a decisão de Moraes cita como indícios a escolta da Polícia Militar aos bolsonaristas, a ausência de resistência das forças militares e o abandono dos postos e a filmagem por parte dos policiais dos atos, “de forma jocosa e para entretenimento pessoal”.


A decisão também determina a imediata desobstrução de vias públicas que estejam com trânsito interrompido, assim como a desmobilização de acampamentos em quartéis no prazo de 24 horas. A ordem é para que as policias militares atuem, assim como Força Nacional, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal.


Outra medida é a apreensão dos ônibus que levaram milhares de bolsonaristas radicais a Brasília no fim de semana e que invadiram sedes dos poderes e depredaram patrimônio público. Os proprietários deverão ser identificados e ouvidos em 48 horas, apresentando a relação e identificação de todos os passageiros.


Fonte: GZH

Comments


bottom of page